16/08/2010

Obsessão no CID 10 – F 44.3 (Código Internacional de Doenças)

Na palestra sobre a glândula pineal do Dr. SERGIO FELIPE DE OLIVEIRA, pesquisador e médico que coordena a cadeira de Medicina e Espiritualidade na USP, diz:
A Obsessão Espiritual como doença da Alma, já é reconhecida pela Medicina, a Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu o bem-estar espiritual como uma das definições de saúde, ao lado do aspecto físico, mental e social, (desde 1998) Passou a definir saúde como o estado de completo bem-estar do ser humano integral: biológico, psicológico e espiritual. Desta forma, a Obsessão espiritual oficialmente passou a ser conhecida na Medicina como possessão e estado de transe, que é um item do CID - O Código Internacional de Doenças- que permite o diagnóstico da interferência espiritual obsessora.

O CID 10, item F.44.3 - define estado de transe e possessão como a perda transitória da identidade com manutenção de consciência do meio-ambiente, fazendo a distinção entre os normais, ou seja, os que acontecem por incorporação ou atuação dos espíritos, dos que são patológicos, provocados por doença. Os casos, por exemplo, em que a pessoa entra em transe durante os cultos religiosos e sessões mediúnicas não são considerados doença. Neste aspecto, a alucinação é um sintoma que pode surgir tanto nos transtornos mentais psiquiátricos, nesse caso, seria uma doença, um transtorno dissociativo psicótico ou o que popularmente se chama de loucura, bem como na interferência de um ser desencarnado das trevas, a Obsessão espiritual.

2 comentários:

Nágila disse...

Por que incluiram o Centro Espírita Dr. Leocádio José Correia neste blog?
Não compartilhamos desta opinião. Temos certeza de que nenhum de nossos colaboradores ou mesmo voluntários vincularia os Centros Espíritas Dr. Leocádio José Correia a tal contexto. Quem o fez? Por que fez? Baseado em que o fez?

Rodrigo disse...

Não entendo o motivo da sua postagem Nágila...a ciência simplesmente está descobrindo hoje o que Kardec já havia dito no século XVIII.
A doutrina não pertence a esta ou aquela Casa / Centro Espírita.
Caminhemos em paz.